Saúde do homem: exames e cuidados indispensáveis após os 40

7 de novembro de 2017. Categoria(s) Saúde

saude-homem-apos-os-40

Passando dos 40 anos de idade, o homem deve começar a tomar novas medidas para garantir a saúde.

Cada homem encara sua chegada aos 40 anos de um jeito diferente. Enquanto uns sentem saudade da juventude, outros abraçam a idade sem remorso. Porém, seja qual for o caso, existe um fato que os une: a necessidade de tomar conta da própria saúde com um pouco mais de cautela.

É natural que, em cada etapa da vida, tenhamos que prestar atenção em certos aspectos do nosso dia a dia, naquilo que consumimos, praticamos e – tão importante quanto – em que tipo de acompanhamento médico fazemos para prevenir doenças.

Pensando nisso tudo, reunimos algumas recomendações importantes a serem adotadas por homens que passaram da marca dos 40 anos e estão querendo melhorar sua saúde, bem-estar e qualidade de vida ou, para os que chegaram recentemente a essa idade, manterem-se firmes assim como passaram pela década dos 30 anos.

Exercícios físicos

Na medida em que envelhecemos, torna-se cada vez mais difícil o ganho e até a manutenção da massa magra (músculos). Por isso, é bastante recomendado que o homem que chega aos 40 anos pratique algum tipo de exercício que envolva trabalho com pesos (academia, por exemplo) para lutar contra esse efeito natural.

Além de, claro, incorporar algum tipo de atividade aeróbica para fins de condicionamento físico e saúde cardíaca.

Alimentação

O risco para certas doenças, como as do coração e a diabetes, aumenta com o avanço da idade. Logo, é prudente que o homem reavalie seus hábitos alimentares nesse momento da vida.

Os famosos alimentos gordurosos – que costumam estar entre os favoritos – e os doces precisam ter seu consumo moderado, preferencialmente sob a orientação de um nutricionista.

Controle dos níveis hormonais

A produção de testosterona no corpo masculino tem um início, passa por um auge e depois vai diminuindo progressivamente na medida em que o indivíduo envelhece. Esse é um dos motivos para terapias de reposição hormonal serem comuns entre homens que passam dos 40 e 50 anos.

Isso porque a testosterona é um dos principais hormônios que exercem efeito positivo na saúde do homem, ajudando-o a manter sua vitalidade de um modo geral. Então, não se deve ter vergonha ou receio de consultar um médico para checar se os níveis hormonais estão regulares e se um tratamento é necessário.

Exames a serem feitos

Para o homem que entra na “casa dos 40”, algumas figuras passam a ser mais constantes em sua vida: os médicos e os seus exames.

Endocrinologistas, oftalmologistas, cardiologistas, urologistas… Por mais que o costume geral seja procurá-los apenas quando sabemos que estamos precisando deles, a atitude mais correta é fazer isso mesmo que estejamos nos sentindo bem, porque o monitoramento da saúde e a prevenção são menos dispendiosas do que um tratamento.

Portanto, confira alguns exemplos de exames que o homem com mais de 40 anos deve fazer regularmente:

  • Colesterol e triglicerídeos

Pelo menos uma vez ao ano deve-se fazer um exame de colesterol e triglicerídeos para garantir que os níveis de HDL (colesterol bom), LDL (colesterol ruim) e VHDL (rico em triglicerídeos) estão corretos. Esse exame é muito importante para garantir o bom funcionamento cardíaco.

  • Pressão arterial

A checagem e manutenção da pressão arterial é essencial para a prevenção de certas doenças e dos temidos enfartes. O ideal é que ela se mantenha abaixo de 120/80 mmHg, enquanto leituras acima de 140/90 mmHg são motivo para preocupações e tomada de medidas preventivas.

  • Glicose no sangue

Uma das doenças que acomete milhares de homens é a diabetes, que pode ser causada por elevados índices de glicose no sangue. Por isso, é prudente fazer checagens anuais desses valores. Felizmente, esse quadro pode ser evitado com medidas práticas e simples, como a realização de exercícios físicos e uma reeducação alimentar.

  • Ultrassom das carótidas

Localizadas no pescoço, as carótidas são vasos sanguíneos que, quando sofrem endurecimento, coágulos ou oclusão (aperto), podem levar a um derrame. O ultrassom das carótidas é um exame não invasivo e que oferece uma boa análise da situação dos vasos, não devendo se esperar pelos sintomas para fazê-lo.

 

  • Exames de próstata

Não poderíamos deixar de citar os exames masculinos mais conhecidos, que são os que visam à prevenção e detecção do câncer de próstata. Contudo, ao contrário do que muitos pensam, não existe apenas o exame de toque retal. Na verdade, o estado da próstata pode ser verificado de outras formas, como por ultrassonografia, exames de sangue e outros. Sendo assim, não deixe de conversar com um médico a respeito desse exame.