Qualidade de vida: dicas para ser mais saudável

7 de fevereiro de 2017. Categoria(s) Saúde

Qualidade de vida

A qualidade de vida tornou-se um dos temas mais discutidos ultimamente no Brasil e no mundo. E não são raros os cases de sucesso apresentados à população como exemplos a serem seguidos – seja o de uma pessoa que sofria por ter excesso de peso e que resolveu emagrecer aliando alimentação saudável e equilibrada à prática de exercícios físicos ou um bancário que decidiu largar a segurança da carteira assinada para investir num negócio de hot dogs.

A questão é: o Ministério da Saúde aponta que as doenças associadas ao estilo de vida (infartos, derrames, diabetes e hipertensão etc.) já matam mais do que o trânsito e a violência. O surgimento de cânceres também está relacionado ao estilo de vida. Mas o que é qualidade de vida? Confira neste post a definição para este termo e as dicas para conseguir ter uma vida saudável – em todos os sentidos.

O que é qualidade de vida

As pessoas ouvem que precisam ter qualidade de vida no trabalho, em casa, nas relações pessoais e nas finanças, por exemplo. Mas o que seria esta qualidade de vida? No sentido pleno da palavra, qualidade de vida é viver bem, é o modo que cada um escolhe para viver bem. Isso envolve bem-estar físico, mental, psicológico, emocional, relacionamentos sociais, saúde e educação, entre outros fatores.

Neste quesito também se inclui a pessoa que decide ser sedentária e se alimentar mal, por exemplo, ou que opta por viver reclamando do trabalho em vez de encontrar algo que realmente goste de fazer. Elas decidem fazer isso mesmo sabendo do quanto isso pode ser prejudicial à sua saúde. Qualidade de vida é uma opção pessoal.

De qualquer maneira, escrevemos este post para ajudar você, por meio de diversas dicas e reflexões, a se decidir por ter mais qualidade de vida.

10 dicas para ter mais qualidade de vida

Antes de abrirmos nosso listão de dicas, vamos deixar claro que você não precisa abrir mão das coisas que gosta de fazer. Apenas precisa adaptar novos hábitos à sua rotina. Lembre-se: sempre é tempo de melhorar o que não está assim tão legal.

1 – Beba água

Não há segredo: beber água proporciona o bom funcionamento do organismo e há pesquisas que indicam que a bebida acelera o metabolismo e melhora a concentração. Confira aqui como fazer o cálculo de quanto de água você precisa beber diariamente.

2 – Não pule o café da manhã

Um bom dia começa com um desjejum leve e saudável. Aposte em grãos integrais e proteínas magras, como o ovo. Além de deixar você cheio de energia, vai deixá-lo satisfeito e evitar que você exagere na hora do almoço.

3 – Leia, medite. Mantenha a mente ativa

Doenças como o Alzheimer têm maior incidência em pessoas com as mentes menos ativas. Um estudo publicado no New England Journal of Medicine explica que leitura, jogos (de carta ou tabuleiro) e palavras cruzadas reduzem o risco de demência em pessoas com mais de 75 anos. Para meditar, basta sentar-se em silêncio e observar os pensamentos passarem pela cabeça, assim como as nuvens passeiam pelo céu. Não pense sobre eles. Deixe-os ir.

4 – Respire fundo

O sangue precisa de oxigênio, e a respiração profunda ajuda a manter a clareza dos pensamentos e a saúde física. Tire alguns minutos do seu dia para respirar profunda e calmamente, de preferência em algum lugar repleto de verde. Aprenda a conviver com os barulhos e os silêncios da natureza.

5 – Alimente-se bem

Aposte nas fibras, frutas e verduras e evite frituras e doces. Tome cuidado com as quantidades e reserve horários fixos e locais silenciosos para a hora do almoço e do jantar. Preste atenção no que você está comendo.

6 – Pratique exercícios diariamente

Exercícios moderados são essenciais para a manutenção da saúde. Além do mais, eles evitam o estresse e a depressão. Há inúmeras possibilidades: caminhada, bicicleta, yoga, vôlei, futebol, basquete, tênis, surfe… Não importa qual você vai escolher. O importante é não ficar parado.

7 – Durma bem

Dormir menos de oito horas por dia tem impacto negativo nas funções metabólicas e endócrinas do organismo. Reserve este tempo para descansar e não se esqueça de deixar os problemas para o lado de fora do quarto.

8 – Beba uma taça de vinho

Pesquisas indicam que beber 250ml de vinho tinto (o equivalente a uma taça) todas as noites pode evitar infartos e derrames. Por outro lado, a ingestão de álcool em excesso pode sobrecarregar o fígado e provocar problemas de concentração, gastrite, úlcera etc.

9 – Coma chocolate

Em pequenas quantidades, o chocolate pode fazer bem à saúde. Duvida? Uma pesquisa do King’s College, de Londres, comprovou 50 gramas de chocolate contêm quantidade de flavonoides (que combatem os radicais livres) equivalente à quantidade de seis maçãs, duas taças de vinho ou sete cebolas.

10 – Pense positivo

Uma atitude positiva diante da vida melhora o bem-estar e diminui o risco de doenças. Lute para melhorar o que estiver ao seu alcance e procure ver o que há de positivo em todas as situações à sua volta.

Qualidade de vida no trabalho

Existe uma relação direta entre as condições de trabalho, a satisfação e o bem-estar do trabalhador e a produtividade dos colaboradores. É por isso que a qualidade de vida no trabalho é tão importante e tão discutida: porque afeta atitudes pessoais e comportamentos que interferem na produtividade individual e do grupo (motivação, adaptação a mudanças no ambiente, criatividade, vontade de inovar e de aceitar a mudança).

Além do mais, colaborador feliz e motivado produz mais e melhor, gerando resultados positivos para as empresas.

Mas a qualidade de vida no trabalho não depende apenas das características individuais (necessidades, valores e expectativas). Ela soma-se às necessidades situacionais (estrutura organizacional, tecnologia, sistemas de recompensas e políticas internas). Normalmente, envolve uma série de fatores:

– Satisfação pelo trabalho executado

– Possibilidades de futuro dentro da organização

– Reconhecimento pelos resultados

– Salário e benefícios

– Relacionamento com colegas e superiores

– Ambiente físico e psicológico de trabalho

– Liberdade e responsabilidade para decidir

– Abertura para participar

cta_rodape