Sinto muita sede, o que pode ser?

Quando praticamos exercícios físicos ou comemos comidas mais salgadas e apimentadas é normal sentirmos sede. Isso acontece porque sempre que o corpo precisa repor água, as células mandam um sinal para o cérebro avisando dessa necessidade. Após um episódio de diarreia ou vômito, ou ainda o uso de medicamentos diuréticos, também é normal sentirmos mais sede do que o habitual. E, nesses momentos, é fundamental evitar a desidratação, pois ela pode causar uma série de malefícios para a saúde.


Mas se você não consegue ficar sem ingerir líquido por muito tempo, e isso chega a atrapalhar seu dia a dia, é bom ligar o sinal de alerta. Neste post vamos te explicar o que é a sede excessiva, quais suas principais causas e sintomas e como procurar ajuda para ter um diagnóstico correto e um bom tratamento. Vamos começar?


Você sabe o que é polidipsia?

A sede em excesso tem nome e se chama polidipsia. Essa condição faz com que a pessoa tome uma quantidade exagerada de água e outros líquidos. Normalmente ela aparece acompanhada por outros sintomas como: boca seca, tontura e aumento da frequência urinária. Em médio um adulto faz 3 litros de xixi por dia, nas pessoas com polidipsia a quantidade de urina pode chegar a 16 litros diários.

O problema é que o excesso de água no corpo reduz a quantidade de sódio no sangue e pode levar à hiponatremia, uma doença que causa dor de cabeça, tonturas, sonolência e até mesmo convulsões. Mas os especialistas destacam que para ter hiponatremia somente com o consumo de água, seria necessário beber mais de 20 litros de água por dia, e reforçam que beber água com regularidade traz uma série de benefícios.

Causas, diagnóstico e tratamento

Vários doenças e condições de saúde podem levar a sede excessiva. Entre elas se destacam:

  • Alteração no hormônio antidiurético;

  • Alteração na glândula hipófise;

  • Diabetes;

  • Desidratação;

  • Medicamentos

Uma das causas mais comuns, e que merece atenção, é o diabetes. Quando a doença está descontrolada a quantidade de açúcar no sangue aumenta, o que provoca, entre outros sintomas, sede excessiva. Para obter um diagnóstico preciso e também confirmar a causa da polidipsia você deve procurar um médico, que além dos exames clínicos vai solicitar a coleta de sangue ou de urina, para analisar os níveis de açúcar, sódio e outras substâncias no organismo.

O tratamento da polidipsia vai depender da causa e dos resultados dos exames, com esses dados o médico vai indicar o melhor caminho a seguir, na maioria dos casos o excesso de sede tem cura e é passageiro.


Excesso de sede e distúrbios psicológicos

A sede em excesso pode ser causada também por algum problema psicológico é a polidipsia primária ou psicogênica. Pessoas com transtornos de ansiedade, depressão e esquizofrenia podem recorrer ao consumo exagerado de água por medo de ter alguma doença, por exemplo. Nesses casos, o médico pode indicar medicamentos antidepressivos, ansiolíticos e terapia para ajudar o paciente a controlar a compulsão por beber quantidades excessivas de água.

Esperamos que esse post tenha esclarecido suas dúvidas sobre a sede excessiva e reforçado a recomendação dos médicos sobre a necessidade e os benefícios de beber água diariamente, na quantidade adequada.

E, se precisar repor seu estoque particular de água, visite a nossa loja virtual e receba água em casa :), com frete grátis para a Grande Florianópolis.




40 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo