Fonte de inspiração Dra. Margarida: a importância da utilização de uma água de qualidade em medicamentos homeopáticos

27 de abril de 2018. Categoria(s) Fonte de Inspiração

dra-Margarida-importancia-da-agua-na-homeopatia

Dra. Margarida curou pessoas com homeopatia quando não havia medicamentos em bairro de Florianópolis

O dia 21 de novembro é a data em que se comemora o Dia Nacional da Homeopatia. Essa data foi escolhida porque representa a chegada dessa medicina no Brasil. E foi no litoral catarinense, mais precisamente em São Francisco do Sul, que o médico francês Benoit Mure desembarcou com esse conhecimento, no ano de 1840. Aprovada por Dom Pedro II e José Bonifácio, a homeopatia é hoje muito aconselhável quando se fala em qualidade de vida e cura. Ela é reconhecida como especialidade médica, farmacêutica, veterinária e odontológica.

A homeopata e pediatra Dra. Margarida Maria Vieira é uma grande personalidade no assunto e começou a trazer os benefícios da homeopatia para a população de Florianópolis desde o início de sua carreira, inspirada por essa história. Há quase 30 anos ela trabalha muito para impactar, com saúde e cura, a aplicação desta que foi a primeira medicina reconhecida no País.

Investiu seus esforços nessa área desde o primeiro semestre de Medicina, quando foi realizado na capital catarinense um Congresso Nacional de Medicina. Desde então, Dra. Margarida começou a estudar homeopatia. Foi cursar a residência em pediatria em São Paulo, e também um pouco de pneumologia, mas sempre acompanhou junto a esses estudos o tratamento com a medicação homeopática.

Em 1990, ela retornou da capital paulista e iniciou sua atuação com o método que oferecia, a longo prazo, a cura e também muito mais saúde aos seus pacientes. Inicialmente, ela trabalhou em um posto de saúde no bairro Rio Vermelho, que na época não contava com medicamentos. Foi a oportunidade perfeita para pôr em prática seus conhecimentos em homeopatia. O impacto foi excelente: a homeopata conseguiu o respeito de todos no bairro, com excelentes resultados nos tratamentos de saúde e até mesmo a cura de algumas doenças.

“Foi muito interessante poder aplicar essa medicina e acompanhar a população do bairro, que até então não tinha acesso a nenhum tipo de tratamento, ficar saudável com a homeopatia” – relembra a médica.

Nem sempre foi fácil trabalhar com a medicina homeopática; a Dra. Margarida enfrentou dificuldades

Em alguns momentos de sua carreira, Dra. Margarida sentiu muita restrição e resistência. Mas nunca desistiu, e vislumbrou no trabalho voluntário um caminho para seguir firme na sua atuação como homeopata.

Ainda bem que ela insistiu, pois, além de trazer a homeopatia para a capital catarinense, seu empenho ganhou notoriedade internacional.

Fez o primeiro Curso de Especialização em Homeopatia em São Paulo, no Instituto Homeopático George Galvão, e depois na Associação Médica Homeopática do Paraná. Tem título pela Associação Homeopática Brasileira, representou o Brasil em duas gestões na Liga Homeopática Internacional, e hoje atua com homeopatia e pediatria. A homeopatia é uma medicina integrativa, porque vê o paciente como um todo, conforme explica a médica. Assim, o acompanhamento médico pode seguir por gerações.

“Isso eu gosto muito de fazer porque traz um conhecimento da saúde do paciente sobre o âmbito individual e também como um todo, o impacto para a comunidade de cada família”, explica.

Qualidade da água é fundamental para o medicamento homeopático

Um dos aspectos fundamentais para a farmacotécnica homeopática, além da matéria-prima escolhida de maneira cuidadosa e dentro dos critérios estabelecidos, é a água –  suas características e composição química.

“Eu aprovo a qualidade da água Santa Rita, que além de sua composição, é o fato do cuidado de estar livre de meio ambiente contaminado com toxicidade, livre de agrotóxicos. Isso eu confio muito pois conheço a localização das fontes e o cuidado extremo desta empresa com a qualidade necessária para que possa servir como matéria-prima para a medicação homeopática”, avalia a homeopata.

Infográfico Gratuito: 10 doenças que podem ser prevenidas bebendo água